Atividades físicas na rua. Será que a poluição pode estar prejudicando sua saúde?

Atualizado: Jul 26


ar seco e atividade fisica

Com tantas notícias tristes, um efeito positivo observado e noticiado no mundo todo foi a redução histórica das emissões de CO2 na primeira metade de 2020! Infelizmente, aqui no Brasil impulsionados pelo desmatamento e agronegócio, os índices permaneceram altos.


A poluição atmosférica é composta por uma mistura de partículas e gases. As principais fontes emissoras de poluentes são os carros, indústrias e usinas.


Em São Paulo, por conta das restrições e isolamento da população, pudemos apreciar um céu mais aberto, menos carros nas ruas e um céu mais erstrelado. Além disso, quem vivia reclamando de rinite, infecções e alergias respiratórias, se beneficiou muito com a maior qualidade do ar.


Um estudo epidemiológico revelou que, cerca de 3,4 milhões de óbitos globais se associam à poluição do ar com o desenvolvimento ou agravamento de doenças respiratórias, cardiovasculares e infecciosas.


Partículas

Os efeitos da poluição no corpo são causados principalmente pelas partículas poluentes suspensas no ar:

-As partículas grossas ficam retidas no nariz e garganta, e geram incômodo ou irritação nos olhos e narinas

-As mais finas afetam internamente o trajeto todo do trato respiratório


A poluição pode causar dores de cabeça, cansaço e queda da concentração. Não há níveis de concentração de poluentes seguros para nossa saúde . Por isso, quanto menos poluído o ar, melhor!


Fatores que influenciam a qualidade do ar:

  • condições meteorológicas: determinam uma maior ou menor concentração dos poluentes

  • baixa umidade e pouco vento: dificultam a dispersão da concentração de poluentes

  • dias mais ensolarados: tendência ao aumento da concentração do ozônio

A exposição a poluentes atua de forma aguda, e de forma crônica - ao longo do tempo - quem vive na maioria das cidades brasileiras. Os poluentes ao longo dos anos levam a danos em todos os sistemas do corpo, impactando o sistema respiratório devido à inflamação e disfunção do mecanismo de defesa mucociliar: irritação da mucosa nasal, infecções do trato respiratório, predispondo a lesões e ao câncer de pulmão. Portadores de morbidades e doenças cardíacas, quando expostos ainda têm maior risco de desenvolver arritmia cardíaca, angina e até infarto.


Impacto da poluição durante o exercício

É importante levar em consideração o impacto da poluição do ar, já que quando se faz um exercício, naturalmente respira-se um maior volume expondo o corpo de forma mais intensa aos poluentes.O exercício aeróbico, por exemplo, pode levar a uma maior deposição de partículas nos pulmões em relação ao repouso, predispondo ao desenvolvimento de doenças respiratórias e cardiovasculares. Além de se expor todo o organismo à toxicidade de poluentes. Então, de fato, saiba que se exercitar se expondo à poluição afeta a saúde de quem se exercita ao ar livre!

"Em tempos de Covid, melhor me exercitar na rua. Mas se a poluição faz mal, melhor ser sedentário!"

Jamais!!! Não use a poluição como desculpa para não se movimentar!


É melhor se exercitar do que ser sedentário! O ACSM recomenda que a atividade física de intensidade moderada seja mantida no período de quarentena, o que garante mais saúde! Já falei sobre as eventuais sequelas do confinamento à saúde também de um ponto de vista emocional. (inserir matéria que vc fala sobre confinamento e medo...etc)

Em um período de reclusão a população tende a adotar um comportamento sedentário e mais ansioso. Essa rotina se associa ao aumento do peso corporal em crianças, adultos e idosos e maior risco de mortalidade cardiovascular e depressão. Por isso, se manter ativo trará diversos benefícios, combatendo o sedentarismo! Essa matéria não visa restringir a realização dos exercícios físicos ao ar livre, mas apenas conscientizar e dar opções para você escolher fazer uma prática com menos riscos de exposição a poluentes.

Se você corre ou pedala na rua, você pode reduzir a exposição à poluição. Para isso, basta evitar fazer exercícios em horários com elevada concentração de poluentes.


Mas como? Daremos 4 dicas :

#dica1- Fuja de vias movimentadas em horários de pico, pois você irá inalar altos níveis de poluentes prejudiciais à sua saúde

#dica2- Fuja de vias entre prédios altos: os poluentes ficam presos em vias com prédios em ambos os lados e com escassos espaços para corrente e circulação das partículas

#dica3- Fuja de vias com muitos semáforos: toda vez que o carro desacelera, para, avança e acelera novamente, há uma maior emissão de partículas poluentes

#dica4- Fuja de dias de sol: acredite, infelizmente, quando está aquele sol maravilhoso, calor e um céu azul, o ar tende a estar mais poluído do que em dias chuvosos e com ventania


*Colaboração de Juliana Satake, fisioterapeuta pela Unifesp e Renata Luri, fisioterapeuta doutorada pela Unifesp (Clínica La Posture)